Centro de Treinamento Profissional em CAD com estúdio de Impressão 3D

O mundo está sempre em processo de transformação, readaptação aos tempos e se modernizando.

Com as tecnologias cada vez mais avançadas (estamos em plena revolução da Indústria 4.0) – como robôs, inteligência artificial e design generativo – a forma como os produtos são projetados e fabricados está mudando drasticamente. A consolidação da Internet das Coisas e a Indústria 4.0, trouxeram mudanças tão profundas que alguns falam de uma NOVA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL.

Não devemos pensar que as máquinas estão assumindo o lugar do homem no trabalho, mas sim, fazendo o trabalho repetitivo, cansativo  e perigoso e a tecnologia está  expandindo as capacidades humanas. Nossas necessidades mudaram, saímos do estresse em rumo ao conforto para tornamo-nos mais criativos.

Devido às mudanças ocorridas, as profissões desaparecem, dando lugar a outras mais novas e atualizadas; as duas áreas que mais sofrem mudanças e adaptações são comunicação e tecnologia e isso afeta, diretamente, a indústria.

A indústria mudou, a engenharia se adaptou a ela

Para se adaptarem às mudanças e estar sempre atualizados,  a maioria dos cursos de ENGENHARIA modificou seu curriculum de formação, em concordância com as necessidades de nova época.

Segundo o site Guia da Carreira – “mesmo com 1,2 milhão de engenheiros em atividade atualmente, ainda falta profissional, o mercado continua atrás de profissionais qualificados. Um estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostra que seria necessário quase dobrar o número atual de engenheiros para suprir a demanda atual do País”.

Nova profissão

Engenheiro de robôs, trabalho do futuro e da Indústria 4.0, uma profissão que exerce  fascínio em  muitos, embora não se trate de uma profissão nova, mas muito atual. Este profissional  lida com o projeto, a construção e o teste de máquinas robóticas. 

A Hays, empresa que atua no mundo do  recrutamento especializado, explicou, em sua pesquisa “Jobs of The Future”, com o objetivo de fornecer informações sobre evolução do setor de Tecnologia da Informação até 2025, que Programadores de IA  e  Engenheiros Robóticos  são dois novos perfis profissionais que estarão entre os mais populares em um futuro próximo.

ROBÓTICA

Robótica é uma disciplina da área de Controle e Automação, porém, há cursos com o nome de Engenharia Robótica.
A diferença entre os cursos de Engenharia Robótica e Engenharia de Controle e Automação é que a área  de Controle e Automação é mais focada em automação industrial (não necessariamente robotização). E a Engenharia Robótica é uma ciência interdisciplinar que trata do design e desenvolvimento de  robôs . Criada como ramo da Engenharia Mecatrônica e é mais focada em robotização, um autômato que imita a natureza (humana ou animal) para a realização de trabalhos que geralmente envolvem risco ao ser humano ou exigem  alta precisão. 

Na robótica, a distinção fundamental é aquela entre robótica industrial , desenvolvida para a indústria e destinada a dispensar o homem de trabalhos cansativos e repetitivos e a robótica humanoide, provavelmente o ramo mais fascinante, cujo objetivo é criar robôs semelhantes aos  humanos , equipados com  inteligência artificial  e capazes de agir de forma autônoma.

O mercado de  robótica  cresceu muito no último ano e  há necessidade de analistas e designers de software, designers industriais, técnicos especializados nas aplicações, engenheiros programadores; todos os cargos em que a demanda é superior à oferta e, consequentemente, os salários estão crescendo.

Fontes:
https://www.guiadacarreira.com.br/carreira/mercado-de-trabalho-engenharia/
http://britosengenharia.com.br/todosartigos/a-historia-da-engenharia-civil-no-brasil-e-no-mundo/
https://pt.quora.com/A-engenharia-de-rob%C3%B3tica-%C3%A9-um-ramo-da-engenharia-ou-precisamos-nos-especializar-em-mec%C3%A2nica-ou-el%C3%A9trica-e-depois-nos-tornarmos-um-engenheiro-de-rob%C3%B3tica
http://www.robotica.itt/robotica.umanoide

 

 

 

Share This