SLA – Estereolitografia (resina)

SLA – Estereolitografia

Essa tecnologia utiliza como matéria prima resina que se polimeriza sob a luz ultravioleta , onde um tanque é preenchido com este material e a plataforma de construção fica mergulhada nele, então um laser de luz ultravioleta de alta potência é projetado sobre essa resina, fazendo com que a mesma endureça nas regiões desejadas, assim o processo repete-se, camada após camada, enquanto a plataforma de construção sobe até que se forme o objeto desejado.

Essa tecnologia produz peças com grande nível de detalhes, indicado para produção de jóias, protótipos de próteses odontológicas, moldes, esculturas e peças com necessidade de grande nível de detalhes com o melhor custo/benefício.

SLA Vantagens

• Alta definição e nível de detalhes
• Superfície com acabamento liso
• Elevada precisão
• Não necessita moldes ou ferramentas especiais
• Produz peças de geometrias complexas
• Alta resistência e durabilidade
• Melhor custo benefício em alta definição
• Precisão com tolerâncias abaixo de 0,1 mm
• Produz partes funcionais
• Partes podem ser encaixadas/parafusadas/coladas/soldadas
• Permite acabamento pós produção para dar à peça uma aparência de produto final.

SLA Limitações

• Detalhes mínimos 0,005 mm
• Espessura mínima 0,02 mm
• Resolução de camada mínima. 0,003 mm
• Necessita de um pouco de suportes para apoio que podem deixar marcas na peça
• Partes finas podem ficar quebradiças devido a alta rigidez do material.

Materiais que imprime